Original Lag Track 01

burst

Trilhas sonoras são uma parte importante na hora de jogar um jogo, porque é ela quem decide, na maioria das vezes, o nível de imersão a ser proporcionado dentro do jogo ao tentar se encaixar o máximo possível dentro do ambiente e do momento pelos quais você passa na hora. Então, eu resolvi criar esse post, indicando as melhores trilhas sonoras de jogos, seja para passar o tempo, colocar como música de fundo daquele jogo que não tem som ou cujo som é tão irritante a ponto de colocar no mudo, ou para quando você não tiver muito o que fazer da vida. Então, vamos lá:

1- Darius Burst: Another Chronicle Original Soundtrackburst 300x266 Original Lag Track 01
Para quem não conhece, Darius é uma série de shmups (os populares jogos de navinha) cujos inimigos têm a forma de animais marinhos e que nasceu nos arcades e ganhou continuações e ports para diversos consoles até receber uma espécie de revival com a série Burst, sendo que o Another Chronicle é uma versão melhorada do jogo original, que saiu para os arcades e para o psp, ganhou várias melhorias na jogabilidade e na trilha sonora, que se destaca pela música “Photsoynthesis Suite”, que na verdade é são 6 músicas que juntas são uma só e torna o jogo em um épico místico futurista (fica mais fácil de entender quando se joga) com os seus arranjos de violoncelo, harpa e tambor, que dividem espaço com instrumentos mais modernos como sintetizadores, guitarras e baterias e um vocal feminino monossilábico. É claro que existem outras músicas tão boas quanto (com exceção da “KOHDO Floor Version”, que é um remix quando empolga, solta um som irritante que meio que acaba com a harmonia da música), mas provavelmente você só vai ouvi-las uma vez ou outra e vai ficar ouvindo a “música de 6 músicas” grande parte do tempo.
Duração: 39 minutos

2- Bastion Original Soundtrackbastion OST front 300x300 Original Lag Track 01
Quem leu a minha retrospectiva 2011, ou jogou o jogo, sabe que a trilha sonora de Bastion ganhou o prêmio de melhor tema para um personagem. Ela transmite uma sensação de natureza e calma, ao mesmo tempo em que também tem os seus momentos mais dedicados às batalhas, com arranjos feitos em sua maioria com instrumentos de corda como violão, violoncelo e violino, que também demonstram uma espécie de confronto entre a modernização (representada pelo garoto, o narrador, e o Bastion, e se caracteriza por arranjos mais fortes) e o lado mais místico do negócio (representada os irmãos Zulf e Zia, e é caracterizado por arranjos mais leves em algumas músicas). Indicado para relaxar ou para tentar dormir após um dia estressante de trabalho.
Duração: 60 minutos

3- Final Fantasy I/II/III Piano OperaPiano Opera FF123 300x300 Original Lag Track 01
Os três primeiros FFs são os grandes RPGs da época deles, mas que afastam alguns jogadores por sua dificuldade em acompanhar a história do jogo já que eles não te ajudam muito sobre o que fazer em seguida para avançar na história e por ter sua trilha sonora em chiptune apesar de suas remasterizações (o I e o II saíram para PSP e o III saiu para DS). Então, para comemorar o lançamento deles, a Square decidiu criar este álbum de músicas em piano das melhores músicas deles para relembrar os tempos de nintendinho (até a capa lembra o estilo meio cafona dos anos 80-90), sendo que elas ganharam um tom mais fantástico e até romântico, mesmo assim algumas músicas, inclusive as de batalha, mantiveram o tom de aventura da trilha original. Indicado para se tentar recuperar o tempo perdido e também como solução para qualquer crise de insônia que você tiver.
Duração: 49 minutos

4- Rayman Origins Original Soundtrackrayman 300x300 Original Lag Track 01
Apesar de não ser exatamente a origem da série nem do personagem (o primeiro Rayman foi lançado para PS1 e PCs em setembro de 95), Origins é um dos melhores reboots de personagem que existe, com o seu visual feliz e animado e sua jogabilidade simples, mas que acaba se tornando o caos no co-op. E para complementar a experiência, o pessoal da Ubisoft resolveu criar uma trilha tão animada quanto o clima do jogo, com músicas que variam de tema e instrumentos conforme as fases mudam: tambores para um tom mais animal para as fases de selva, instrumentos de sopro para um clima um pouco mais solitário nas fases de deserto, um vocal ao melhor estilo Locoroco para as fases de água e por aí vai. Recomendado para quem quiser ouvir algo diferente das músicas orquestrais adotadas pela maioria dos jogos atualmente. Ah, e jogue o jogo também, ele vale a grana investida.
Duração: 1 hora e 5 minutos

5- Kingdoms of Amalur: Reckoning Original SoundtrackReckoning Cover 300x300 Original Lag Track 01
Kingdoms of Amalur veio cheio de hype, tanto pela equipe envolvida na produção do jogo, quanto pelo fato dele ter vindo pouco tempo depois de Skyrim ser lançado, e esse hype acabou meio que minando o jogo, que é bom, mas não é lá tudo isso, com seus ambientes coloridos e sua mecânica de hack’n’slash em um mundo aonde você é o único que pode mudar o seu destino. E a trilha sonora, apesar de nenhuma das músicas marcar tanto assim, dá o tom com suas músicas, em conjunto com a Orquestra Filarmônica da Cidade de Praga (tradução livre de “City of Prague Philharmonic Orchestra”), que não muda muito dos tons de ação, aventura e mistério, lembrando um pouco daqueles filmes-B dos anos 80. É uma boa recomendação para quem quiser dar o tom nas suas seções de RPG, quando não quiser improvisar na sua mente ou ficar jogando no mudo.

Ah, e Amalur nunca será melhor que Skyrim, Vivam com isso, fanboys.
Duração: 1 hora e 12 minutos

E esse foi o post com as minhas indicações de osts para ouvir. Se tiver alguma opinião sobre alguma das citadas acima ou se você tiver alguma indicação de ost para um futuro segundo post, comente aí embaixo. Agora, me deixa ouvir a fotossíntese de novo, tá.amalur gabe 300x156 Original Lag Track 01

Sobre o autor:

.
Siga ele no Twitter / Facebook.

Comentários

Deixei sua opinião

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Loading Facebook Comments ...

No Trackbacks.